São Paulo

O que é uma clínica de reabilitação e como ela funciona?

Uma Clínica de Recuperação é um espaço projetado para promover a recuperação e a saúde de pacientes que sofrem de dependência química e precisam de ajuda especializada. 

Isto pode incluir tanto acompanhamentos multidisciplinares de rotina com visitas e consultas como a necessidade de permanecer no hospital quando outras alternativas estiverem esgotadas.

A estrutura do dispositivo pode variar, assim como a abordagem profissional utilizada.

Nossa estrutura e o tratamento são os mesmos para todos os pacientes.

Entretanto, para uma experiência positiva é importante que não haja preconceitos e que a família e o paciente se sintam realmente bem-vindos.

Este momento já é bastante complicado. Portanto, quanto menos dificuldades adicionais ao longo do caminho, melhor. 

Portanto, não importa se você é um dependente químico ou se tem um parente nesta situação. 

Em ambos os casos, eu diria que o primeiro passo é aceitar que o problema existe e pode ser resolvido com a ajuda de especialistas.

E isto pode ser encontrado em uma clínica tratamento involuntário para dependentes químicos.

Quais são as vantagens do tratamento para dependência química em uma clínica?

Como opção de tratamento, aceitar um dependente químico pode proporcionar muitos incentivos para parar de usar álcool e outras drogas. 

Abaixo relacionei três que acredito serem cruciais para todo o processo. 

Cuidados pós tratamento

O monitoramento profissional é também um dos pontos de entrada mais importantes. 

Como os pacientes precisam de cuidados intensivos, a diferença é que alguém está disponível 24 horas por dia para monitorar o desenvolvimento da doença e possíveis complicações.

Trata-se também de humanizar o processo e oferecer o que a medicina tem a oferecer na luta contra o vício.

Monitoramento no tratamento voluntário

Quando a dependência química se torna uma realidade, seu confronto pode parecer como uma batalha perdida.

Notei que este sentimento foi refletido nas declarações de muitos pacientes e famílias que passaram por aqui. 

Mas assim como as doenças crônicas são tratadas e controladas, também o álcool e as drogas podem ser tratados.

Aqui, o método de tratamento foi desenvolvido com base em protocolos cientificamente justificados. 

Ela oferece uma abordagem personalizada e individualizada ao paciente, levando em conta o contexto sentimental, psicológico e social. 

É a chamada abordagem bio-psicossocial, que permite olhar para as especificidades para entender a história, a dor e as perspectivas do indivíduo. 

Isto coloca o paciente em um estado de consciência que o ajuda a compreender seu problema e os limites criados pela doença. 

Também é utilizado o método da Terapia das Emoções Racionais (RRT), no qual o químico é ensinado a lidar com as expectativas criadas por crenças irracionais e tornar-se menos suscetível a armadilhas criadas por suas próprias emoções. A linha comum de todo este tratamento é um programa de 12 etapas, criado em 1935 nos Estados Unidos para tratar o alcoolismo, e agora amplamente utilizado para tratar várias coerções.

Hospitalização

Embora a hospitalização seja um recurso recomendado quando outras alternativas não se mostraram eficazes, ela pode ser um aliado importante para mudar o cenário para um bom e estabelecer um caminho de recuperação. 

É recomendado para casos mais graves que requerem cuidados intensivos.

É uma opção corretiva que, se feita com seriedade e com a estrutura correta, produzirá resultados. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *